terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Espiritismo nas Unidades Prisionais

"Nossa proposta é mostrar como é feita a divulgação do Espiritismo nas Unidades Prisionais.
Primeiramente, abordaremos sobre a ferramenta principal desta divulgação: o trabalhador espírita. Por que ser um trabalhador espírita? Onde atuar? Como capacitar-se? Respondendo perguntas como estas que impulsionam a alma para o exercício da caridade na sustentação harmoniosa da parceria seara-seareiro.
Na seqüência apresentaremos as estruturas básicas e as características do universo Prisional: administração geral, agentes prisionais, assistência social e tipos de unidades prisionais.
Para que o trabalhador Espírita conheça melhor o ambiente a ser visitado, será apresentado os vários perfis dos irmãos reclusos, bem como, as maneiras de abordar temas espíritas nestes locais. Esclarecemos sobre os vários tipos de infração penal que levam a uma reclusão, tais como: delito, crime, contravenção, incluindo as modalidades das reclusões.  
Para aqueles trabalhadores Espíritas que, com a exposição, já se  identificarem com a causa e quiserem fazer parte do grupo AEUP, serão esclarecidas as seguintes questões que envolvem este compromisso: pré-requisitos, disponibilidade e capacitação. 

Em resumo, a palestra discorrerá sobre tudo que envolve esta sagrada oportunidade de levar aos irmãos reclusos alívio, consolação e esperança à luz da Doutrina Espírita."

Paulo Ferreira é o atual coordenador do AEUP (Atendimento Espiritual Espírita em Unidades Prisionais)

Nenhum comentário:

Postar um comentário